COMO ABRIR UM SITE DE COMÉRCIO ELETRÔNICO
Marketing Digital

COMO ABRIR UM SITE DE COMÉRCIO ELETRÔNICO

63views

Abrir um site de e-commerce, criar uma loja online, complementar ao ponto de venda, tornou-se uma questão de grande atualidade e que pode ser útil a todos os lojistas que nos últimos meses viram as vendas na loja caírem verticalmente. 

Para desenvolver e projetar um e-commerce é importante contar com uma agência: um site de e-commerce deve ser muito bem projetado e construído, deve ser utilizável e seguro. 

Além disso, vender online não é algo que pode ser dado como certo ou pode ser improvisado; um plano de comunicação e marketing online serve estrategicamente para acompanhar os usuários no caminho do conhecimento da empresa e de sua loja online para torná-los clientes.

ABRIR UM SITE DE COMÉRCIO ELETRÔNICO: POR ONDE COMEÇAR?

Antes de montar um site de comércio eletrônico, é necessário lidar com algumas questões legais e burocráticas, incluindo a abertura de um número de contribuinte, registro no Registro de Empresas, comunicação de início de atividade e abertura de cargos previdenciários e contributivos. 

Portanto, será o caso de ativar uma conta corrente em nome da empresa proprietária. Antes de entrar em contato com uma agência que cria sites de e-commerce , será importante entrar em contato com um contador especializado, capaz de amenizar qualquer percalço burocrático ou fiscal.

CONCENTRE SUA ATENÇÃO NA EXPERIÊNCIA DO USUÁRIO

Cada site de comércio eletrônico representa a atividade comercial a ele vinculada. E como qualquer atividade comercial que se preze, a loja online também deve se apresentar bem, de forma clara, arrumada, limpa e possivelmente original. 

Além disso, é importante cuidar da navegação entre produtos e catálogos e reduzir ao máximo as etapas que compõem o check-out. 

Cada compra deve exigir no máximo 3/4 etapas sem dificuldades que possam deixar o cliente impaciente e induzi-lo a sair do local e nunca mais voltar. 

Claramente, o e-commerce deve ser responsivo e, portanto, se adaptar à navegação em dispositivos móveis.Atualmente, a maioria dos usuários finaliza suas compras em smartphones; De acordo com algumas pesquisas, em 2019, 40% das compras online foram feitas pelo celular.

CÓDIGOS OU CMS?

Uma das questões mais importantes é escolher o tipo de site de comércio eletrônico com o qual você deseja se equipar: escrito em HTML ou JavaScript, ou criado por meio de uma plataforma de gerenciamento chamada CMS. 

> A IMPORTÂNCIA DA COMUNIDADE: CONSTRUINDO RELACIONAMENTOS ONLINE

>Comprar curtidas Instagram é a nova estratégia de crescimento na rede

Quem deseja um e-commerce personalizado capaz de realizar todas as operações desejadas, deve optar pela primeira opção, mais cara, mas também mais performática. 

No segundo caso, usaremos um dos CMS cada vez mais completos e profissionais.  Alguns exemplos? Shopify, Magento, WooCommerce e PrestaShop são sem dúvida as melhores escolhas.

CUIDE DO MARKETING DE UM E-COMMERCE

Para atrair clientes e vender online, não basta abrir um site de e-commerce , é preciso alcançar seus potenciais clientes e tornar a marca reconhecível. 

A empresa terá que empreender um caminho de comunicação e fidelização de clientes, trabalhar com figuras como o especialista em SEO e o gestor de redes sociais e o gestor de campanha; esta abordagem permite melhorar o posicionamento do site nos motores de busca, tornar as propostas de marca atrativas para utilizadores potencialmente interessados ​​no Facebook ou Instagram, criar interesse e interação e promoveratividade com anúncios online. 

Publicar conteúdo valioso periodicamente, criar promoções para usuários específicos ou recorrentes, gerenciar melhor os e-mails publicitários, criar landing pages atraentes e criar conteúdo interessante são algumas das atividades mais importantes de todas.